Fernanda Ezabella

Hollywood e outras viagens

 

Enquanto isso, numa loja de Park City

 
 

Enquanto isso, numa loja de Park City

Escrito por Fernanda Ezabella às 02h11

Comentários () | Enviar por e-mail | Viagens | PermalinkPermalink #

Paralisado, artista volta a desenhar com "Eyewriter"

 
 

Paralisado, artista volta a desenhar com "Eyewriter"

Foi com a ajuda de um estranho que o artista americano Tony Quan voltou a desenhar pela primeira vez em sete anos, desde que se viu paralisado numa cama de hospital. O feito aconteceu com a criação de um aparelho chamado "Eyewriter" (olho escritor), eleito pela revista "Time" como uma das 50 invenções de 2010.

Os altos e baixos do processo para fazê-lo funcionar, além da jornada pessoal de Quan, estão no documentário "Getting Up", selecionado para o festival Slamdance, que acontece paralelamente ao Sundance, em Park City, no Estado americano de Utah.

Grafiteiro pioneiro da cena de Los Angeles desde os anos 80, Quan é conhecido como TemptOne e era também editor de uma revista e ativista social. Até que em 2003 foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença neurodegenerativa sem cura, e, em pouco tempo, estava sem poder se mexer, falar ou respirar, apenas com o movimento dos olhos.

Continua...

Escrito por Fernanda Ezabella às 18h52

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Marina Abramović e Ai Weiwei em Sundance

 
 

Marina Abramović e Ai Weiwei em Sundance

Na Ilustrada de hoje, falo sobre dois dos filmes que mais gostei de ver no festival Sundance, um documentário sobre a artista Marina Abramović e outro sobre Ai Weiwei.

Sundance olha para artistas provocativos (para assinantes Folha/Uol)

Abaixo, os trailers dos filmes.

 

Trailer - Marina Abramovic The Artist is Present from Show of Force on Vimeo.

Escrito por Fernanda Ezabella às 18h02

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Havana e Paris no Oscar de animação

“Rio” ficou de fora do Oscar de animação, assim como a poderosa Pixar e seu barulhento “Carros 2”.

Ao menos sobrou espaço para duas pérolas da animação internacional, “Chico & Rita” e “Um Gato em Paris”.

Os dois competem com os blockbusters “Rango”, “Kung Fu Panda 2” e “Gato de Botas”.

“Chico & Rita”, que tem codireção do espanhol Fernando Trueba, fala sobre dois músicos na Havana do final dos anos 40, que se apaixonam e embarcam por viagens a Nova York, Las Vegas e Paris.

 

“Um Gato em Paris”, uma produção européia, segue um bichano que passa os dias com a filha de uma delegada de polícia e, à noite, segue um ladrão pelos telhados da capital francesa.

 

Para acompanhar o blog, siga a página no Facebook

 

Escrito por Fernanda Ezabella às 14h51

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Os Esquecidos do Oscar


Até que enfim "A Invenção de Hugo Cabret" recebeu a atenção merecida, com 11 indicações ao Oscar, contra dez do franco favorito "O Artista".

Mas, como todos os anos, diversos filmes, diretores e atores hypados durante a temporada de prêmios acabaram ficando de fora.

Para mim, o principal esquecido é "Drive" (foto acima), que arrancou apenas uma indicação de mixagem de som. Valia melhor ator ou até mesmo melhor filme.

Outras duas faltas absurdas: "Um Método Perigoso", filme de David Cronenberg sobre Freud e Jung, e o ator Michael Fassbender, pelos trabalhos com Cronenberg e "Shame" (foto abaixo). ZERO! 

"O Abrigo", drama sobre o fim do mundo (foto abaixo), também foi completamente ignorado no Oscar, mesmo após liderar as indicações ao Spirit Awards ao lado de "O Artista", cada um disputando em cinco categorias.

O Spirit Awards é o principal prêmio do cinema independente americano.

"Tudo pelo Poder", filme badalado na temporada de prêmios e com direção de George Clooney, quase passou em branco, com exceção de roteiro adaptado.

Outra esquecida foi Diablo Cody, por seu "Jovens Adultos", em melhor roteiro original.

A comédia com Charlize Theron (amaaarga) disputa a categoria do Writers Guild Awards e perdeu o Critics Choice Awards para Woody Allen ("Meia-Noite em Paris", bem merecido).

Clint Eastwood foi mais uma vez deixado de lado: seu "J. Edgar", com Leonardo DiCaprio, não pegou nem um Oscar técnico, como melhor maquiagem pela transformação do ator. NADA.

Mas achei justo, o filme é bastante fraco. Eastwood, que tem quatro Oscars, não recebe uma indicação desde 2007 ("Cartas de Iwo Jima").

"As Aventuras de Tintim" também foi esnobado em melhor animação, apesar de ser uma das parcerias mais promissoras do cinema (o filme é dirigido por Steven Spielberg e produzido por Peter Jackson).

A categoria também ignorou "Rio", meu favorito, e a poderosa Pixar, com seu "Carros 2".

Para acompanhar o blog, siga a página no Facebook

Escrito por Fernanda Ezabella às 13h34

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Oscar - quando os filmes chegam ao Brasil

 
 

Oscar - quando os filmes chegam ao Brasil

Veja as datas de estreia no Brasil dos filmes indicados ao Oscar:

 

27 de janeiro

“Os Descendentes”

“Millennium - Os Homens que não Amavam as Mulheres”

3 de fevereiro

“Histórias Cruzadas”

“O Homem que Mudou o Jogo”


10 de fevereiro

“O Artista”

“A Dama de Ferro”

“Sete Dias com Marilyn”


17 de fevereiro

“A Invenção de Hugo Cabret” 


24 de fevereiro

“Drive”

“O Abrigo”


2 de março

“Albert Nobbs”

“Tão Forte e tão Perto”


16 de março

“Pina”

Escrito por Fernanda Ezabella às 13h27

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Sundance: Brasil x Argentina x Chile




O Brasil está nesta edição de Sundance na competição de drama internacional com o filme "A Cadeira do Pai" (foto acima, teaser abaixo), do estreante em longas Luciano Moura.

Wagner Moura é o protagonista, um médico que precisa ir atrás do filho adolescente que fugiu de casa. 

Entrevistei os dois Mouras (sem parentesco), está na Ilustrada de hoje ou aqui para assinantes da Folha/Uol:


Outros três latinos estão na lista de 14 trabalhos selecionados na competição, dois deles chilenos e um argentino.

"El Último Elvis", do argentino Armando Bo, se passa no mundo dos sósias de Buenos Aires e segue “Elvis” Gutiérrez, que de dia tem um emprego enfadonho numa fábrica.

Sua ex-mulher se preocupa que seu comportamento obsessivo afeta sua filha mais jovem, Lisa Marie. Trailer abaixo.

Andrés Wood, diretor chileno de "Machuca" (2004), apresenta "Violeta se Fue a los Cielos", sobre a cantora folk Violeta Parra, uma espécie de Edith Piaf ou Bob Dylan chilena, segundo a resenha.

O filme é uma coprodução do Chile com Brasil, Argentina e Espanha.

"Young & Wild" (foto abaixo) é a outra obra chilena, da diretora Marialy Rivas, sobre uma garota de 17 anos em Santiago que começa um blog para contar suas aventuras sexuais, com medo de que sua família religiosa descubra.

Conversei com diretores e atores de "El Ultimo Elvis" e "Young & Wild". A matéria está na Folha.com:

Sundance tem filme sobre Elvis argentino e blogueira chilena

Para quem quiser acompanhar o blog, siga a página no Facebook

 

 

Escrito por Fernanda Ezabella às 20h10

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Peter e Robert em Sundance


 

 

Da esquerda para a direita, Amy Berg, Peter Jackson e Fran Walsh.

Berg dirigiu o documentário "West of Memphis", produzido pelo casal Peter e Fran. Fala sobre três garotos americanos que ficaram 18 anos presos por um crime que não cometeram.

Leia mais aqui na Folha.com: Peter Jackson produz documentário sobre tragédia americana

Robert Redford conversa com jornalistas no primeiro dia de Sundance.

Leia mais: O cinema independente está mais saudável, diz Redford (para assinantes Folha/Uol).

Para quem quiser acompanhar o blog, siga a página no Facebook

 

 

Escrito por Fernanda Ezabella às 01h06

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Elaine para vice-presidente dos EUA?


 

 

E se Elaine Benes, a solteirona atrapalhada de "Seinfeld" (1989-1998), virasse vice-presidente dos EUA?

O resultado seria algo parecido com "Veep". A nova série da HBO, com estreia nos EUA prevista para abril, é um respiro cômico na TV em ano de eleição presidencial.

Julia Louis-Dreyfus, 51, vive a ex-senadora Selina Meyer, líder carismática e mãe divorciada que chega ao cargo após 20 anos de carreira.

Ela pode não dançar como Elaine, famosa pelos passos desastrados, mas haverá muitos motivos para dar risada pelas suas costas, graças aos tropeços no novo posto.

 

Continua...

A série foi criada pelo mesmo diretor de "Into the Loop", filme indicado ao Oscar de melhor roteiro. É como "The Office" dentro do governo britânico. Bem sensacional. Trailer abaixo.

Escrito por Fernanda Ezabella às 00h58

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Diretor de "Enterrado Vivo" volta a Sundance

Robert De Niro faz o chão tremer, a colher entortar e adivinha pensamentos com seu personagem paranormal do filme "Red Lights", novo trabalho do diretor espanhol Rodrigo Cortés, que teve pré-estreia na noite de sexta-feira no Sundance Film Festival.

Cortés ficou conhecido pelo filme claustrofóbico "Enterrado Vivo", no qual Ryan Reynolds passava a maior parte do tempo num caixão. O longa foi exibido no festival em 2010 e vendido por US$ 3,2 milhões, embora não tenha ido muito bem nas bilheterias.

Desta vez, Cortés filma dois investigadores de fenômenos paranormais, interpretados pela atriz Sigourney Weaver e o ator Cillian Murphy. Truques são desvendados através de casos ao redor do país, até a volta de Simon Silver (De Niro), um famoso psíquico cego que andou sumido por 30 anos e já teve embates com a personagem de Weaver.

Continua aqui

Escrito por Fernanda Ezabella às 00h30

Comentários () | Enviar por e-mail | Cinema e TV | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Silvio E. G. Cioffi Fernanda Ezabella é correspondente da Folha em Los Angeles e escreve sobre a vida em Hollywood, as novidades do Vale do Silício e as aventuras do roller derby.
Twitter Facebook RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.